12.9.17

|Sessão Pipoca | Crítica - Fome de Poder


Título: Fome de Poder ( The Founder)
Data de Lançamento: 9 de março de 2017
Direção: Jonh Lee Hancock
Duração: 1h57m
Gênero: Biografia, Drama
Nacionalidade: EUA
Elenco: Michael KeatonNick OffermanJohn Carroll Lynch




Olá, tudo bem? Então, semana passada foi agitada por conta da bienal e não postei nada, mas garanto que vai valer muito a pena! 

Hoje irei inciar as críticas e resenhas de filmes&séries que tem na NETFLIX, porque acho mais  do que justo para que todos consigam ver. 
Se você ama o McDonald's e sempre se perguntou como tudo aquilo aconteceu, veja esse filme! 

Bora assistir? 


"O poder não se dá, se toma."

A partir dessa citação começamos a compreender melhor como funciona a cabeça de Ray Kroc, o verdadeiro “fundador" do que conhecemos como é hoje o McDonald's. Mas para entender melhor essa história da ascensão do sonho americano, precisamos recapitular muitos anos e ir para o ano de 1954, quando Ray, conhece os irmãos Richard e Maurice Mac Donalds os inventores do fast food.

Na minha mente, antes de saber qualquer tipo de história sobre o mcDonald’s eu achava  os caras com a visão mais capitalista do mundo, mas após ver o filme eu fiquei uns 30 minutos assimilando que como aquilo foi possível. Por quê?

Ano de 1954, Kroc era vendedor de máquinas de milkshakes para estabelecimentos alimentícios, porém suas vendas não andavam nada bem, o cara tinha até lábia de vendedor, mas não acreditavam nos seus produtos, até porque ele já tinha vendido de tudo, até que ele recebe uma encomenda de 8 máquinas de milkshakes para um restaurante novo no Sul da Califórnia e ele sem muitas expectativas vai conhecer o restaurante. Ao chegar lá, há uma fila gigantesca e ele se sente um pouco desconfortável,mas logo é atendido e se surpreende com a rapidez de como tudo funciona e vai atrás dos donos para avisar sobre as máquinas e tals. E aí que tudo começa. Eu jurava que ele iria fundar o Burguer King, pois os McDonalds mostraram a ele todos os procedimentos do sistema que eles inventaram: o famoso FAST FOOD.

O que os Richie e Maurice tinham de criatividade, Ray tinha de ambição. O que fez dele um franqueado dos irmãos, mas, além disso, a visão dele era REALMENTE DO SONHO AMERICANO e fez o MCDONALD’s se tornar esse símbolo.
Ray Kroc foi crescendo como franqueado e arrastando uma legião de outros franqueados pelos Estados Unidos que para ter o poder total sobre esse império alimentício resolveu comprar a marca dos irmãos por um valor alto na época: 2 milhões de dólares. Ou seja, a genialidade criada pelos irmãos foi transformada em um símbolo capitalista americano construído por Ray Kroc.

Por isso que quando termina o filme, você fica muito reflexivo, pois eu imaginava uma história totalmente diferente dessa, não a tomada do poder, não um cara que se aproveitou da criatividade dos outros, mas ainda sim, foi genial. 

O que vocês acharam? Gostaram da indicação? Sabiam dessa história? Deixem seus comentários e muitos cactos! 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Feito com ♥ por Lariz Santana